quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Crianças bem quentinhas!!!

Está tanto frio!... e a criançada tem de ir à escola. Camisolas, mais camisolas, casacos, polares, gorros e afins, tudo para garantir que os pequenotes estejam bem quentinhos durante o dia.

Mas podemos e devemos fazer mais para garantir que protegemos os nosso filhos nestes dias de frio intenso.

Dicas para proteger as crianças do frio:

-Vestir as crianças por camadas, para que seja mais fácil ajustar a proteção à temperatura dos locais, seja no carro ou na rua a caminho da escola, seja dentro da sala de aula ou no recreio. Não esquecer de  adicionar camadas extra de roupa em dias de mais frio;

- Manter a pele das crianças bem hidratada, em particular nas zonas mais expostas como as mãos, e cara (e não esquecer de proteger com roupa estas zonas também - luvas, cachecóis, gorros);

- Evitar grandes diferenças de temperatura: manter a casa toda na mesma temperatura, reforçar a proteção quando vão para a rua (e limitar o tempo de exposição ao frio);

- Boa hidratação, pois a água ajuda a manter a temperatura corporal. E para uma boa hidratação devemos insistir na ingestão de água, algumas infusões e a sopa... a SOPA é o melhor método para aquecer e hidratar. (Sopas e sopinhas);

- Aumentar ingestão calórica das crianças: em dias de muito frio, é importante ingerir mais calorias, alimentos naturalmente mais calóricos, que auxiliam a regular a temperatura corporal. Adicionar um pouco mais de azeite nos cozinhados, dar mais frutos oleaginosos como nozes, amêndoas (atenção às alergias), aumentar um pouco a dose dos alimentos fontes de hidratos de carbono como arroz, pão, massa, batata, batata-doce,... e fazer mais refeições durante o dia (evitar produtos alimentares menos saudáveis como fritos, doces,...);

- Manter ingestão de quantidades suficientes de fruta e legumes, para assegurar as doses diárias necessárias de vitaminas e minerais, importantes na defesa do organismo contra infeções que possam surgir durante estes períodos de muito frio.

... e esperar que o frio passe!!!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Em tempo de gripes, proteção à mesa!

Fonte: mightieskiwi.com

Esta altura do ano, para além de nos trazer alegria, convívio, viagens, férias... também nos traz pingo no nariz, tosse, pieira, constipações, gripes, visitas ao médico e a bancada da cozinha cheia de xaropes, gotas, água do mar, soro,... O pior para uma criança é nas férias do Natal, passar mais de metade do tempo em casa, a fugir do frio e doente.
A prevenção pode ser feita à mesa... devemos oferecer aos nossos filhos uma alimentação o mais variada possível e valorizar os produtos alimentares da época que são ricos em nutrientes muito importantes para o bom funcionamento do sistema imuntário e com excelentes propiedades antioxidantes.

Um estudo italiano, de janeiro de 2000, demonstrou que a ingestão regular, mesmo que em doses moderadas, de fruta fresca rica em Vitamina  C (kiwi e citrinos), pode diminuir os sintomas de pieira na infância e em crianças com patologias respiratórias recorrentes.

O kiwi é um fruto da época, com uma generosa composição nutricional: rico em fibras e minerais, tais como o cálcio, magnésio, ferro e cobre; excelente fonte de vitamina A, carotenos, vitamina E e C (maior quantidade disponível no kiwi do que na laranja) e as suas sementes são ótimas para regularizar o trânsito intestinal.
O kiwi deve ser apresentado às crianças, maduro, mas firme, sem manchas nem cortes. Se necessário comece por dar sem as sementes, mas vá introduzindo aos poucos com as sementes, sozinho, ou em salada de fruta ou com um iogurte, por exemplo.

Para ideias e receitas visitem este site, totalmente dedicado ao kiwi.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Festas à prova de "exageros"!!!



Entre corridas a lojas, shoppings e promoções, o Natal aproxima-se rapidamente e as férias da criançada também.
O que fazer com elas? Continuarem na escola, levá-las para workshops, ATL’s, casa dos avós ou férias para toda a família?
Que cuidados a ter com a alimentação numa época recheadas de doces, chocolates, bombons e “exageros”?
O Natal é alegria, família, convívio, muita confusão e stress e muitas vezes os cuidados com a alimentação são descurados, até porque nós, os pais, precisamos de “umas férias das rotinas”, e os tios, os avós, os padrinhos adoram “mimar” os mais pequenos com presentes, brinquedos, roupas e… muitos doces. 
Mas as crianças precisam de rotinas… rotinas alimentares e de sono, e apercebemo-nos disso quando estão demasiado agitados ao final da noite, quando o sono é tudo menos descansado e quando começam as dores de barriga, indisposições e as “dores de cabeça” para os pais reintroduzirem as rotinas.
Como passar esta época Natalícia sem grandes exageros, mas com alguma abertura a “mimos” e iniciar o Ano Novo sem alterações de fundo nas rotinas das crianças?
Alguns truques:
- Definir dias de Festa: não são 2 semanas de festa, são 4 dias… guardar guloseimas nos dias seguintes às festas, congelar as “sobras” ou partilhar com a restante família se a festa for em vossa casa (ter caixas descartáveis para dividir os bolos, doces e docinhos);
- Manter as refeições das crianças a horas certas, evitando grandes períodos de espera ou então não permitindo snacks todo o dia;
- Doces e guloseimas com quantidades máximas. Entrar em acordo com os avós para que não ofereçam muitos doces, nem todos de uma vez;
- Para snacks ter sempre disponível frutos secos como amêndoas, nozes ou avelãs, fruta desidratada como maçã, pêra, banana ou fruta fresca, idealmente em pequenas caixinhas ou sacos;
- Evitar ao máximo refrigerantes, prefiram sumos naturais não adoçados ou águas aromatizadas caseiras;
- Manter um pequeno-almoço saudável e bem estruturado;
- Não prescindir da sopa ao almoço e jantar, nem que tenham de a levar de casa;
- Manter as crianças ativas nos dias de festa! Aproveitar para passear a pé, andar na bicicleta nova, visitar os parques infantis ou os jardins se estiverem fora;

- Manter bons níveis de hidratação! Se as crianças beberem boas quantidades de água, para além de o apetite estar mais controlado, o organismo funcionará melhor e as crianças estarão menos irritadiças.
Não esquecer: mais doces, mais açúcar, mais refrigerantes e outras bebidas com cafeína podem alterar completamente o comportamento dos vossos filhos e as festas serão uma grande algazarra, difícil de controlar!

FESTAS FELIZES!