sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Mini cheese-burgers... e hoje até tive ajuda!!!

Hoje tive um despertador extra! A M. resolveu ser o meu snooze e ter a certeza de que me levantaria mais do que a horas!!!
Lá fui eu para a cozinha, ainda ensonada, cozinhar os hamburgueres, aquecer os termos, a sopa, o arroz, o feijão e preparar a salada.
Entretanto a M. perguntou-me se poderia levar o hamburguer num pão... Dilema!!! O mini-burger não tinha pão com o tamanho certo para acompanhar... Solução: a M. com a ajuda de um cortador de bolachas, cortou círculos de pão de "hot-dog" que serviram na perfeição... Prendemos com um palito e terminamos com uma azeitona preta em cima.
A M. ficou super feliz e muito orgulhosa por ter participado... Pode ser que comece a ajudar com mais regularidade!

Lá foram todos para a escola: a M., o K. e os sacos!!! Estou em pulgas para saber como será a reação dos colegas quando virem aqueles mini-burgers.

A receita
Para 6 pessoas:
Ingredientes:
500g de carne de vaca picada
1 ovo
2 colheres de sopa de pão ralado com alho e salsa
2 colheres de sopa de queijo Cheddar ralado
sal e pimenta q.b.

Modo de preparação:
Temperar a carne com sal e pimenta. Adicionar o ovo, o pão ralado, o queijo e misturar bem.
Fazer pequenas bolas (ping-pong), colocar num tabuleiro e deixar repousar, tapado, no frigorífico durante algum tempo (pode fazer de véspera).
Numa frigideira anti-aderente, sem adicionar gordura, grelhe os mini-hamburgueres... Truque: deixar cozinhar dos dois lados cerca de 2 minutos e só depois espalmar um pouco as bolas para dar forma de hamburgueres. Cozinhar mais uns minutos em lume médio/baixo, para não queimar e deixar repousar um pouco antes de servir.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Noisetes de atum... até correu bem!



Muitas vezes basta apenas mudar a apresentação para tornar um prato habitual numa novidade... foi o que fiz... brinquei com o típico empadão de atum e transformei-o quase em refeição "gourmet". Utilizei a minha forma de silicone de cake-pops como molde para as bolas de puré... recheei com atum e azeitonas picadas (salteei ligeiramente o atum com as azeitonas) e congelei durante a noite, para hoje aguentarem o calor do forno sem alterarem muito a forma. O que sobrou de puré e de atum virou empadão para o meu almoço.

Hoje coloquei as bolinhas ainda congeladas no forno, a 19ºC, durante 15 minutos ou até começarem a alourar... ter atenção para não se desfazerem. Acompanhadas com brócolos salteados, ficaram lindas e muito saborosas.

Ingredientes:
Para o puré
6 batatas médias
1 copo de leite
1 colher de sopa de manteiga ou azeite
sal e noz moscada q.b.

Para o recheio
2 latas de atum em azeite escorridas
2 colheres de sopa de azeitonas pretas picadas

Bons cozinhados!!!


quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Para o almoço... flocos de milho!!!

Já utilizo os flocos de milho para fazer os panados há algum tempo e ninguém desconfiava até que hoje a M. viu-me a prepará-los e achou muita graça eu estar a usar os cereais de pequeno-almoço preferidos dela (flocos de milho tostados não açucarados) para o almoço e disse-me: "Não podemos contar ao K. porque ele não gosta destes cereais!". Ficou então o nosso "segredo", até porque o K. adora os panados...

Enquanto os panados cozinhavam no forno, cozi a massa, preparei a cenoura para acompanhar, aqueci os termos, a sopa e assim que ficaram prontos, tudo foi guardado e colocado à porta, à espera da hora de saída para a escola... Apesar de hoje ser um dia muito entusiasmante para o K., porque tinha um passeio, o sono era tanto que teve de ser literalmente "arrancado" da cama, com muito mimo, muitos beijinhos e sempre a lembrá-lo do passeio...

Vou ter tantas saudades destes pirralhos assim pequeninos e aninhados no meu colo, mas por agora têm de ir para a escola e a horas!!!

Ementa de hoje: Creme de legumes + Panados de perú no forno (receita) com massa e cenoura + Maçã

Panados de perú no forno

Para 6 pessoas

Ingredientes:
3 a 4 bifes de perú finos cortados em 3 partes
3 dentes de alho picados
1/4 de copo de vinho branco
2 colheres de sopa de azeite
sal q.b

Para o polme
1 ovo
1 dente de alho picado
1/2 copo de leite
1/2 copo de farinha sem fermento
1 colher de sopa de salsa picada (se gostarem)
sal e pimenta q.b.

...e para polvilhar... flocos de milho tostados

Modo de preparação:
Temperar os bifes de perú com o alho picado, o azeite, sal e vinho branco. Deixar marinar um pouco.
Numa taça bater o ovo, juntar o leite e continuar a mexer. Adicionar a farinha e mexer bem até ficar sem grumos. Juntar o alho e a salsa e retificar temperos com pimenta e sal.
Envolver os bifes no polme e passar por flocos de milho picados.
Colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal e levar ao forno, a 190ºC, durante 20 minutos.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

As crianças e os legumes

É tão bom quando as nossas crianças comem "de tudo", não são esquisitas e melhor ainda, adoram legumes, leguminosas, frutos e outros alimentos saudáveis. Mas nem sempre é assim... muitos pais passam pelo drama de não conseguirem introduzir novos alimentos, novos sabores e de as crianças rejeitarem qualquer legume, levando a grande ginástica na cozinha para os "enganar" e disfarçar ao máximo os legumes.
Cá por casa não me posso queixar muito, mas é verdade, tenho de "esconder" a cebola, o tomate, o alho e a cenoura nos cozinhados.

Vamos ao início... durante a gravidez a futura mamã deve variar o mais possível a sua alimentação, durante a amamentação também deve expôr o bébé a novos sabores de legumes e frutos, ingerindo-os de forma muito variada, uma vez que através do aleitamento o bébé terá contato com esses sabores e não os estranhará quando experimentar de forma mais direta.

Em 2015, um estudo publicado no British Journal of Nutrition, concluiu que dar legumes e produtos hortícolas nos primeiros 15 dias após o início da diversificação alimentar é fundamental para que a criança goste desses alimentos no futuro. Segundo os seus autores, "crianças mais velhas (ou adultos) podem precisar de experimentar 14 vezes ou mais até começarem a gostar de um alimento, mas bébés e crianças pequenas estão mais predispostas a aceitar novos sabores".

Por isso, nada está perdido... se temos crianças pequenas, será mais rápida a aceitação de novos sabores, desde que não os mascarem, não obriguem  e tornem a refeição o mais apelativa possível.
Se as crianças já são crescidas, temos de ser perseverantes, explicar a importância da ingestão de determinados alimentos, dar o exemplo (não há nada pior do que dizer a uma criança para comer algo e depois o adulto não comer, porque "não gosta"), insistir sem obrigar, negociar um pouco (nunca no sentido de: se comeres brócolos ou dou-te um doce; mas sim: hoje só te vou dar 1 raminho pequeno de brócolos, na próxima vez tentamos 2,...).

E porque não meter as mãos na terra. Se tiverem espaço, muito ou pouco, cultivem alguns legumes, com a ajuda das vossas crianças, deixem-nas participar na preparação de algumas refeições, vai tornar todo este processo mais fácil e agradável. Eu não tenho horta, mas tenho sempre 2 ajudantes desejosos de pôr as mãos na massa. A M. e o K. têm uma horta na escola, onde cultivam, tratam e às vezes vão lá buscar os legumes para o almoço. Seria tão bom que todas as escolas pudessem ter o mesmo projeto, porque torna as crianças maissensibilizadas e mais predispostas à experimentação.

Lancei um desafio à M. e ao K.: expliquei a importância da ingestão de legumes e de os variar, de que são uma fonte rica em vitaminas, minerais e fibras, que ajudam o nosso organismo a funcionar melhor e que aumentam a capacidade de nos protegermos contra algumas doenças e por fim, como já são crescidos, que é mais difícil gostar de novos sabores, em particular, de legumes, mas que precisam de tentar várias vezes para se habituarem,..., então vamos criar um quadro de experimentação! Colocamos vários legumes e vamos experimentá-los 15 vezes, sem ser em grandes quantidades, nem em dias seguidos e se no final das 15 vezes eles continuarem a dizer que não gostam, não vamos insistir (vou torcer para que tolerem todos os sabores e sendo em versão desafio com direito a registo que estejam empenhados no desafio).
Porque não fazerem o mesmo aí em casa?

Assim que começar farei um diário e irá partilhar com todos.

Para hoje... tudo feito na hora!

Como tinha pensado para hoje salmão grelhado, achei melhor fazê-lo de manhã para não ficar seco... por isso resolvi fazer tudo hoje, menos a sopa, que foi feita ontem à noite...

Assim que acordei, coloquei os lombos de salmão já descongelados num pirex, temperei com sal, pimenta e limão e foram a "grelhar" no forno durante 10 minutos a 190ºC. Vantagens de ser no forno: total liberdade para tratar do resto da refeição e sem cheiros na cozinha, logo pela manhã.

Entretanto fiz o arroz de cenoura no micro-ondas com a minha MicroArroz, cozi os brócolos, aqueci os termos, a sopa.

Tudo pronto, guardado e a caminho da escola... hoje sou eu a levá-los... e chegamos mesmo a tempo!!!

Ementa de hoje: Sopa de feijão verde + Salmão grelhado com arroz de cenoura e brócolos + uvas

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Lasanha de frango, outra vez!!!

Para hoje voltei a fazer a minha lasanha de frango (receita), porque a criançada gosta, porque corto imenso nas gorduras, porque abuso dos legumes no molho do estufado do frango e simplesmente porque ADORO.

Durante a tarde de domingo, tratei do frango e mais próximo do final da tarde montei a lasanha, mas fiz em 2 tabuleiros mais pequenos e congelei uma das doses... Já há um jantarinho ou almoço pronto no futuro.

Hoje de manhã, sem correrias, coloquei a lasanha, tapada com papel de alumínio, a aquecer no forno, aqueci os termos, a sopa, preparei a fruta e guardei tudo bem guardadinho. Os cupcakes também foram para a escola (tenho pena de não ter fotografado, ficarm tão bonitinhos).

Mais uma semana a começar...

Ementa de hoje: Creme de brócolos + Lasanha de frango + manga


Ementa semana de 25 a 29 de janeiro

Estou cada vez mais entusiasmada com a cozinha, e com a minha capacidade de surpreender a cada prato, com cada "experiência" e de ter a criançada a aprovar tudo o sai da minha cozinha... Nunca pensei que assim fosse. Ainda ontem de manhã a M. quis fazer cupcakes para levar para os colegas de turma e em 10 minutos a massa já estava no forno, com mais 15-20 minutos de cozedura, ficaram prontos. Mas faltava a cobertura: para os cupcakes fizemos um glacê e a M. colocou decorações por cima, e para uma forma pequena de bolo fiz uma redução de morangos frescos e açucar amarelo... ainda bem que a forma era pequena, assim o pecado não foi muito grande!!!

Entretanto, compras feitas, sopas preparadas para a semana e o prato de segunda-feira feito...

Chá e TV no final do dia para ver os resultados das eleições,..., cansaço bom fez-me adormecer logo a seguir ao discurso do nosso novo PR.

A ementa desta semana traz algumas "invenções" e algumas adaptações... Vamos ver como corre!


Ementa desta semana:

Segunda-feira: Creme de brócolos + Lasanha de frango

Terça-feira: Sopa de feijão verde + Salmão grelhado com arroz de cenoura e brócolos

Quarta-feira: Creme de legumes + Panados de perú no forno com massa integral e salada

Quinta-feira: Creme de ervilhas + Noisetes de atum com legumes salteados

Sexta-feira: Sopa de agrião + Mini Cheeseburgers com arroz integral, feijão preto e salada

Boa semana!

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Ausência... mais ou menos forçada!!!

Este mês tem sido um verdadeiro reboliço, de cabeça em livros, artigos, muita e muita informação para o novo projeto que brevemente irei abraçar (a seu tempo conto-vos), doenças das crianças... este ano, em janeiro, saiu-me na rifa a escarlatina... coitadinho do K. esteve tão queixoso e muito "mimaças", dias de ligação quase umbilical outra vez com o pirralho, que só quis colo e mimo!!! Já está ótimo e de volta às travessuras... e como é óbvio tive de continuar a alimentar a criançada.

Não falhei 1 dia, 1 refeição!

Por muito que me apetecesse virar para o outro lado quando o despertador tocava, lembrava-me que estava em missão, e estarei pelo menos até ao final do ano letivo. Se calhar algumas refeições foram menos elaboradas, bifes de perú ou de frango grelhados de manhã, com arroz de cenoura ou arroz de açafrão (sermpre feito na minha MicroArroz da Tupperware, que me ajuda imenso, quando não tenho tempo ou espaço no fogão), cozido de peixe e legumes a vapor, massa com atum e legumes salteados,...
O que ficou por fazer... algum registo fotográfico e sua publicação aqui neste espaço, que já é a vossa casa também. E fico triste porque "falhei", mas em jeito de "penitência" vou partilhar convosco a receita de hoje, que numa palavra a caracterizo: "fantástica"... empadão de pescada (segredo: o puré usado é uma mistura de batatas, couve-flôr e brócolos) (receita ).

Estou de regresso!!!



Empadão de pescada



Para 6 doses (8 doses se forem só crianças)

Ingredientes:

6 a 8 medalhões de pescada
200g de miolo de camarão eviscerado
1 cebola picada
3 dentes de alho picados
azeite q.b.
sal q.b.
Para o puré:
5 batatas médias
300g de couve-flôr
300g de brócolos
200ml de leite
1/2 colher de sopa de manteiga (pode ser substituída por 1 colher de sopa de azeite)
sal q.b.
noz moscada q.b.
Molho bechamel - 1/2 chávema

Modo de preparação:

Numa panela colocar as batatas cortadas a cozer em água abundante e um pouco de sal. Noutra panela colocar a couve-flôr e os brócolos a cozerem também em água abundante, sem sal (retificam-se os temperos mais tarde).
Numa frigideira, aquecer a cebola, o alho e o azeite até a cebola ficar transparente. Adicionar os medalhões de pescada cortados em fatias e os camarões também cortados. Temperar com sal e pimenta e deixar cozinhar em lume médio até o peixe ficar cozido, sem secar.

Para o puré, retirar a água das batatas, juntar o leite e a manteiga (ou o azeite) e esmagar bem até ficar em puré. Escoar os brócolos e a couve-flôr, e esmagá-los até puré. Numa liquidificadora juntar o puré de batata e o puré de legumes, retificar temperos com sal e noz moscada e misturar tudo muito bem (tem de se ir mexendo de vez em quando porque o puré das batatas agarra-se às láminas da liquidificadora e elas não  se mexem bem).

Num tabuleiro (eu dividi por 2 tabuleiros, porque assim congelei 1 porção e já tenho refeição feita para um almoço das próximas semanas) espalhar 2 colheres de sopa de bechamel, colocar a mistura da pescada e camarão, por cima o puré e 3 a 4 colheres de bechamel no topo. Levar ao forno, a 190ºC, cerca de 20 minutos até alourar o puré.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Ementa de 4 a 8 de janeiro

Primeira semana do ano, ementa já pensada... Procuro inspiração para novos pratos, novos sabores, apesar da minha filhota já me ter questionado porque não repito os pratos... mas tenho de "alimentar" o blog, por isso a M. vai ter de provar mais iguarias e adaptações de pratos tradicionais.

Ementa desta semana:

Segunda-feira: Sopa de grão com espinafres + Coxinhas de frango no forno + massa tricolor e brócolos

Terça-feira: Sopa de feijão verde + Pescada cozida com ovo e legumes

Quarta-feira: Creme de brócolos + Jardineira de frango com arroz

Quinta-feira: Sopa de legumes + Caldeirada de peixe

Sexta-feira: Sopa de alho francês + Lombo de porco no forno + puré com brócolos

A primeira refeição do dia!!!

O pequeno-almoço é universalmente considerado a refeição mais importante do dia. O seu consumo tem sido associado, em diversos estudos, a uma maior e melhor qualidade do dia alimentar, da ingestão aumentada de micronutrientes, da manutenção de um bom estado nutricional e hábitos de vida saudáveis.
Apesar de não serem muitos os estudos disponíveis, tem sido sugerido que a ingestão de pequeno-almoço provavelmente estará positivamente associada a melhoria na aprendizagem, na performance cognitiva e no comportamento escolar das crianças.
As crianças têm um maior metabolismo glicídico cerebral, comparando com os adultos, ou seja, o cérebro das crianças entre os 4 e os 10 anos de idade consome mais açucar do que o cérebro dos adultos (a partir dos 16-18 anos, são atingidos os níveis de utilização de açucar de um cérebro adulto). Para além de um maior consumo, o período de sono das crianças é maior do que nos adultos, o que faz com o jejum seja mais prolongado, podendo levar a uma maior depleção dos níveis de açucar armazenados. É, por isso, senso comum recomendar a toma diária do pequeno-almoço para manter boas reservas de açucar, necessárias para atividade cerebral das crianças, em particular abaixo dos 13 anos de idade. Alguns estudos que compararam pequenos-almoços com base no seu índice glicémico, carga glicémica, ou ambos, sugerem que um resposta glicémica posprandial baixa (absorção mais lenta dos açucares depois de ingeridos) beneficia a performance cognitiva das crianças, mas ainda não se consegue saber se será devido a alimentos com índice glicémico mais baixo, carga glicémica mais baixa ou ambos.
Mesmo assim, e ainda sem estudos suficientes, parece consensual o aconselhamento da ingestão regular de pequeno-almoço, por parte das crianças, e que de alguma maneira este hábito poderá influenciar positivamente no rendimento escolar.

As manhãs tendem a ser apressadas, com as crianças a acordar em cima da hora e depois tudo a correr, às vezes com birras, o pequeno-almoço deixa de ser uma refeição familiar e torna-se uma "tarefa", muitas vezes forçada a uma criança ainda ensonada. Por isso, o meu conselho é: tentem acordar as crianças uns 15 minutos mais cedo do que o habitual; tentem que o pequeno-almoço seja partilhado em família e tornem esta refeição numa refeição importante, agradável, saborosa e nutricionalmente equilibrada.

Quanto às combinações possíveis num pequeno-almoço, o que é importante fornecer de manhã?
ENERGIA - para quebrar o jejum da noite e fornecer "energia limpa" ao cérebro é fundamental incluir fontes de açucar ou hidratos de carbono, de absorção média, como a fruta e de absorção lenta como os cereais (preferir sempre integrais, não adoçados, nem industrializados) ou o pão (preferir de mistura ou escuro);
CÁLCIO - muito importante para a manutenção de ossos e dentes saudáveis, as crianças devem ingerir fontes de cálcio como leite (sempre meio gordo), iogurte, queijo ou ovo;
FIBRAS ALIMENTARES - importantes para regularizar o trânsito intestinal, aumentar a saciedade, preferindo sempre produtos integrais (naturalmente integrais)
MICRONUTRIENTES - como ferro, vitaminas do complexo B, vitamina D,..., que existem naturalmente nos produtos lácteos, cereais, ovos, fruta,...

Opções de pequeno-almoço:
Opção1 - 1 copo de leite meio gordo + 30 a 40g de mistura de cereais(flocos de trigo integrais + flocos de aveia + flocos de milho) + fruta
Opção 2 - Fruta + 1 fatia de pão escuro + 1 ovo
Opção 3 - 1 iogurte meio gordo natural + fruta + 1 fatia de pão (com doce ou manteiga ou queijo meio gordo)
Opção 4 - 1 iogurte meio gordo natural + fruta + 30 a 40g de mistura de cereais
...

Façam as vossas combinações e comecem bem o dia!

Adeus "férias"... de volta às panelas e aos termos!!!

Soube bem um descanso dos termos, mesmo que não tenha descansado do fogão.
As festividades correram muito bem... a Passagem de Ano foi FANTÁSTICA: com boa comida, em excelente companhia e num sítio fantástico, na Quinta da Lapa!!!
Adultos de qualidade, com conversas interessantes, com excelente sentido de humor e tudo muito desenrascado, e a criançada TOP... miúdos desde recém-nascidos até pré-adolescentes, divertiram-se tanto... foram 3 dias de pura diversão, sem preocupações e em ambiente rural, mas de LUXO!!! A minha torta de espinafres (receita) fez sucesso e a ela juntei uma mousse de salmão deliciosa, que a seu tempo partilharei a receita.

Já de volta a casa, domingo foi dia de ultimar mochilas e regressar às compras, às sopas e à preparação dos almoços da semana.
Para hoje fiz coxinhas de frango no forno (receita), massa tricolor e brócolos cozidos...
Ainda bem que preparei tudo na véspera pois foi difícil a M. e o K. voltarem aos horários de escola e adormeceram mais tarde, o que resultou numa mamã a adormecer mais tarde também e hoje, mesmo o desperador tocando às 6h45, só nos levantamos às 7h50... manhã atribulada e apressada, mas tudo foi preparado, aquecido e acondicionado a tempo de irem para a escola...
Lá vamos nós outra vez!!!

Ementa de hoje: Sopa de grão com espinafres + Coxinhas de frango com massa tricolor e brócolos + maçã

FELIZ 2016!!!